A DOIS PASSOS DO RIO DE JANEIRO

A cidade de Petrópolis fica a menos de 70 quilômetros do centro do Rio de Janeiro. Mais uma vez, nosso rota cruza o caminho de pessoas calorosas e conhecemos a história imperial desse lugar situado num conjunto de morros, para o melhor e para o pior.

De 11 a 14 de abril de 2013 ~ TOTAL : 8.322 km
Teresópolis → ônibus para Petrópolis (Rio de Janeiro)
Por Bertrand ~ TERRA TRIBUTA


NA ESTRADA COM IDERCIO ZIRONDI

Em julho do ano passado, quando estávamos no Rio Grande do Sul, conhecemos Idercio Zirondi em Santo Ângelo. Alguns dias depois, cruzávamos com ele de novo num dia chuvoso e, finalmente uma terceira vez em Maravilha, já no estado de Santa Catarina. E por que não uma quarta vez? Fizemos contato com ele, informando-o de nossa passagem por Petrópolis, onde ele mora.

Assim que chegamos de ônibus, fomos encontrá-lo na farmácia CityFarma, gerida por ele, a dois passos do terminal rodoviário. Como não pode nos alojar em sua casa nesse momento, ele paga para a gente um quarto no hotel mais próximo! À noite, conhecemos sua filha, Bárbara. Esse viajante já percorreu mais de vinte países mundo afora e, em breve, visitará Vancouver e o Alaska. Energia é o que não falta nesse nosso simpático amigo nascido no Paraná e que já foi professor de educação física e fisioterapeuta.

Graças a ele, concedemos diversas entrevistas. Uma na televisão local TVC 16 e uma ao jornal Tribun de Petrópolis. Muito obrigado, Idercio!

4-Petropolis-RiodeJaneiro-TerraTributa

Nossa primeira vista da região metropolitana do Rio de Janeiro


De Petrópolis, a mais de 800 metros de altitude, a vista da cidade do Rio de Janeiro ao longe é magnífica. Logo chegaremos a essa metrópole que sediará a Jornada Mundial da Juventude (2013), a final da Copa do mundo (2014) e os próximos Jogos Olímpicos (2016). Nossa estadia nesse lugar animado e encantador vai ser bem ocupada!

Mas, por enquanto, fazemos uma visita a Petrópolis.


PEQUENO TOUR POR PÉTROPOLIS

« Cida imperial do Brasil, foi fundada em 16 de março de 1843 pelo imperador Dom Pedro II, que lhe deu seu nome. Aninhada na floresta das colinas da Serra dos Órgãos, no vale dos rios Quitandinha et Piabanha, Petrópolis é um popular lugar de veraneio. Além de seu clima agradável e de sua beleza natural, sua principal atração é o antigo palácio de verão do imperador brasileiro, que se tornou o museu imperial de Petrópolis. »  Fonte: Wikipedia

Visitamos com prazer esse suntuoso palácio onde se pode admirar a coroa imperial, pinturas que representam a história da região e uma importante coleção de objetos antigos. Numa sala escura, uma pena de ouro cintila com mil luzes. Incrustada de rubis, ela serviu para assinar a Lei Áurea que aboliu a escravidão no Brasil em 1888.

De um ponto de vista mais atual, Petrópolis é infelizmente conhecida por suas inundações. A última, há menos de um mês, fez cerca de 30 vítimas por causa de um deslizamento de terra. « Em menos de 24 horas, caíram 390mm de chuva na cidade, enquanto a média para todo o mês de março é de 270mm. “Estamos em alerta máximo”, declarou segunda-feira o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral. […] Em janeiro de 2011, mais de novecentas pessoas morreram nas regiões serranas do estado em razão das intempéries que provocaram inundações e deslizamentos de terra. »  Fonte: Le Monde

VOCÊ SABIA?

A cidade de Petrópolis foi a última residência do escritor austríaco exilado Stefan Zweig. Para mim, a leitura do romance O jogador de xadrez, que li quando adolescente, é ainda uma lembrança intensa. Que história incrível, representando uma época difícil: a ascensão do nazismo na Europa. O célebre escritor teve direito a um funeral nacional quando foi enterrado em Petrópolis, em fevereiro de 1942.

Publicités