NOSSO MAIS ALTO PICO BRASILEIRO

« Nada mais propício do que uma viagem para sondar todos os aspectos maravilhosos do imprevisto. » Jean-Raymond Boudou
170 km de bicicleta de 3 a 10 de abril de 2013 ~ TOTAL : 8.322 km
Ouro Preto (Minas Gerais) → Ponte Nova → Viçosa → Guiricema → ônibus para Teresópolis (Rio de Janeiro)
Por Bertrand ~ TERRA TRIBUTA

A caminho do estado do Rio de Janeiro, a constatação é rápida: estamos felizes por continuar pedalando, mas, honestamente, quanto mais avançamos, mais lentos ficamos. No primeiro dia de estrada, pedalamos 85 km, no dia seguinte, 45, no terceiro, apenas 40 km em muitas horas esgotantes. Quando estávamos deixando a cidade de Guiricema, damos meia-volta, decididos a pegar um ônibus para nossa próxima etapa: a cidade de Teresópolis. Os morros de Minas Gerais acabaram com a gente… Se tivéssemos mais tempo e energia, certamente teríamos percorrido um dos caminhos da Estrada Real. Quatro caminhos incontornáveis que permitem descobrir o rico passado colonial de Minas Gerais. O Caminho Novo, com 515 km (dos quais 324 km de terra) parte de Ouro Preto para o Rio de Janeiro. O site internet é muito bom com diversos detalhes, lugares interessantes, relevo, distâncias, alojamentos, etc.

Obrigado a nossos calorosos anfitriões de Teresópolis, Fernando à esquerda e Lucas à direita.

Obrigado a nossos calorosos anfitriões de Teresópolis, Fernando à esquerda e Lucas à direita.


Quando de nossa passagem por Ilhéus (Bahia) , em março, tivemos o prazer de encontrar Marcela e outros amigos. Graças a ela, conhecemos seu irmão Fernando Marega Imamura e seu amigo, dois estudantes de medicina que nos acolhem calorosamente nas montanhas de Teresópolis. Além de nos oferecer seu quarto, Fernando nos dá preciosos conselhos de como fazer exames médicos. Há cerca de seis semanas andamos pelas estradas do Brasil… a três! Vanessa está grávida! Na primeira ecografia, pudemos ver um pequeno embrião de 7 mm. Acreditem ou não, o coração já bate e nós o escutamos! É claro, a aventura continua até Florianópolis, mas com algumas adaptações. Não é a toa que ficamos tão esgotados com as montanhas de Minas Gerais.

L’aventure continue maintenant à trois !

A aventura agora continua a três!


Quando se está nas montanhas, o negócio é aproveitar a bela vista que elas oferecem. Decidimos então fazer um passeio de dois dias pelo famoso Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Percorremos o caminho da Pedra do Sino, 11 km na bruma, com a esperança de que ela se dissipe no topo, a 2.200 metros.

ALGUMAS DAS BELEZAS DO PARQUE NACIONAL

Estranho, para uma expedição de dois dias, não se pode comprar o ingresso diretamente na entrada do Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Obrigado, Fernando, pelos conselhos e pela ajuda logística. Site internet para comprar o ingresso

Outra surpresa, o acesso ao parque é anormalmente caro. Embora o preço seja menor para brasileiros, não se pode dizer que isso encoraje as pessoas a fazer esporte e conhecer as belezas locais. No Quebec, 26 reais (13 $) por pessoa para dois dias num parque da SÉPAQ. Aqui, pagamos cada um cerca de 60 Reais (22 para ter acesso ao parque, mais 33 para poder andar nas trilhas das montanhas e mais 3,50 Reais por dia extra).

Última surpresa: chegando perto do topo, nenhuma sinalização, sendo que os caminhos partem nas mais diversas direções. Difícil de se localizar na bruma… Quando passamos a noite no alojamento, o guarda nos conta que várias pessoas já se perderam no parque, uma delas por três dias! Por que? Sem sinalização, os visitantes são obrigados a contratar um guia. Bom para o emprego local, mas péssimo para a segurança dos visitantes que partem sozinhos.

Depois de uma noite chuvosa e um amanhe cinzento, percebemos com alegria o horizonte das montanhas, nossa recompensa pelos 1.000 metros de subidas que vencemos em 6 horas de caminhada. Nosso mais alto pico brasileiro!

Depois de uma noite chuvosa e um amanhe cinzento, percebemos com alegria o horizonte das montanhas,
nossa recompensa pelos 1.000 metros de subidas que vencemos em 6 horas de caminhada.
Nosso mais alto pico brasileiro!


Publicités